Por que meditar? Um depoimento sincero

Por que meditar? Um depoimento sincero

Já fazem alguns anos que trabalho com práticas de meditações ativas, e esta semana tive a felicidade de receber este depoimento lindo do Marcelo, que esteve presente em um de nossos encontros de meditação na Casa Hara, aqui em São Paulo.

O depoimento foi tão completo, tão profundo, que pedi a ele para compartilhar com vocês aqui no blog, como um incentivo para que mais pessoas se abram e sintam o poder desta prática que pode de fato mudar suas vidas, como mudou a minha e começou a mudar a do Marcelo.

“Boa Tarde Gasha, tudo bem?

Gasha, gostaria de agradecer novamente por todos ensinamentos e técnicas.

Hoje eu estou com os sentimentos e emoções muito afloradas, já estão sendo afloradas desde as minhas vivências e busca, mas não posso ignorar que as técnicas que tenho aprendido com as suas aulas têm me desconstruido muito profuntamente.

Estou com uma sensação literalmente infantil por assim dizer, chorando muito por apenas sentir a existência.

É um choro que une mente e coração
Um choro sem dor e com leveza.

É como se as emoções e sentimentos fossem líquidos, que escorrem pelos olhos com uma leveza e fluidez que é possível sentir fisicamente, como se estivesse flutuando.

E ao mesmo tempo uma percepção estranha como se fosse uma estátua criando vida, deixando de ser rígida para ser emoliente e respirar.

É difícil de explicar e compreender, e parece que tudo vem com tanta clareza, mas não de um entendimento teórico, mas sim algo muito espiritual e físico ao mesmo tempo.

Estou bastante sensível, sempre fico sensível com as experiências de vivências, mas nunca havia sentido uma sensibilidade tão leve por nenhuma prática, uma transformação que dói mas sem dor.

Dói por sentir como se eu estivesse nascendo, criando vida, como se antes o tempo estava apenas passando, mas agora estou existindo…
São tantas as emoções, mas todas benéficas.

Soltando das minhas verdades, para estar livre para o novo, como uma criança que descobre o mundo pela primeira vez, e quanto mais solto dessas verdades, mais leve eu me sinto.

Gratidão em poder ter te conhecido, e em poder vivenciar essas sensações por técnicas que são novas para mim ???????? Te desejo muita luz e amor aonde você for e estiver, obrigado”.

Te convido e desafio a também participar de encontros de meditação e tornar esta prática um hábito em sua vida.

Se você também já foi tocado(a) pelo poder da meditação, aproveita para comentar aqui no post e inspirar ainda mais os leitores aqui do blog!

Deixe uma resposta